Soren Larsen, avançado do Toulouse, foi a grande figura do encontro ao apontar dois golos na primeira meia-hora. Com o bis do gigante Larsen, a Dinamarca garantiu uma vantagem confortável e passou a gerir o ritmo da partida.

Sem possibilidades de lutar pelos três pontos, a selecção de Malta procurou apenas marcar o tento de honra mas nem isso conseguiu, consentindo novo golo ao cair do pano. Nordstrand saltou do banco de suplentes para fechar a contagem em TaQali.

Com este resultado, a Dinamarca passa a contabilizar 10 pontos em quatro jogos realizados, enquanto Malta segue na última posição, com apenas um ponto.