Se há um fim de semana para gastar créditos e reservar todo o tempo possível de sofá e comando na mão é este. Começa por cá com o FC Porto-Sp. Braga que põe frente a frente os líderes da Liga (numa 10ª jornada que pode seguir aqui em direto) e tem mais. Muito mais. Manchester City-Manchester United, Borussia Dortmund-Bayern Munique, Milan-Juventus, Mónaco-PSG. Mais o Boca Juniors-River Plate na inédita final da Libertadores com o dérbi dos dérbis. E ainda um Sevilha-Espanhol a olhar para o topo em Espanha. E de caminho a consagração de Vítor Pereira na China. Meter todas as fichas, sim.

Cá estamos, para dar uma ajuda na difícil gestão deste banquete de grande futebol em direto na televisão portuguesa. 

Sábado

Borussia Dortmund-Bayern Munique (17h30, Eleven2/Nowo)*****

Uma rivalidade que ganhou alma nos últimos anos e não precisa de recomendações. Esta época Der Klassiker chega mais escaldante que nunca, com o Dortmund a inverter a tendência recente. Está na frente da Bundesliga e o Bayern segue no encalço, a quatro pontos de distância. Um duelo direto que pode dizer muito sobre o que virá a ser o desfecho do campeonato alemão.

Boca Juniors-River Plate (20h00, SportTV3)*****

O avançar da Libertadores foi alimentando a expectativa e aconteceu mesmo. Os dois grandes argentinos vão decidir frente a frente a final de clubes da América do Sul pela primeira vez na história. Para já na Bombonera, para a primeira mão, a jogar-se num sábado, como há muito não se via, pontapé de saída numa rivalidade eterna, agora no palco continental. O Superclásico assinala a última edição da Libertadores com final a duas mãos. Daqui por duas semanas e meia, aí já numa quarta-feira, joga-se a decisão no Monumental, casa do River.

Domingo

Tianjin Quanjian-Shanghai SIPG (07h00, SportTV2)***

Sim, é domingo muito de manhã e num fim de semana destes levantam-se valores mais altos. Mas pode-se sempre guardar para espreitar o cair do pano no campeonato chinês, que representará a consagração do Shanghai SIPG de Vítor Pereira. Depois de ter assegurado o título a meio da semana, um jogo de festa para o treinador português que quebrou a hegemonia do Guangzhou, campeão nos últimos sete anos.

Chelsea-Everton (14h15, SportTV2)***

O aperitivo para o dérbi de Manchester vale muito só por si. Começa logo ao fim da manhã de domingo com o Liverpool-Fulham (12h00, SportTV2), os «reds» frente ao último classificado a tentar uma vitória que coloque pressão sobre o líder City. E segue com a receção do Chelsea, também a dois pontos do comando, ao Everton de Marco Silva. À hora do City-United haverá ainda o Arsenal-Wolverhampton, os Gunners no quinto lugar e a olhar para cima, frente à equipa mais portuguesa da Premiership, este sem transmissão televisiva em Portugal.

Manchester City-Manchester United (16h30, SportTV2)*****

Cá está ele, o primeiro dérbi de Manchester da temporada. Duelo de gigantes, uma potência em ascensão e um histórico a procurar estar à altura do passado, talento a rodos, plantéis milionários. E, claro, o duelo particular entre Pep Guardiola e José Mourinho. É o campeão e líder da Premier League frente a um United que começou aos tropeções mas está em recuperação, moralizado pela reviravolta a meio da semana em casa da Juventus para a Champions. De um lado o melhor ataque e melhor defesa da Premier League (33/4), do outro uma equipa que marca pouco (19 golos em 11 jogos) e sofre muito: o United encaixou 18 golos, a 15º pior defesa do campeonato (!). São nove pontos de distância e por isso é maior a pressão do lado dos «red devils»: uma derrota, mesmo numa fase tão prematura da época, cavaria um fosso gigante e comprometeria muito as aspirações ao título. E por trás uma história de equilíbrio recente entre Mourinho e Guardiola nos bancos dos rivais de Manchester: em cinco confrontos, quatro para a Liga e um para a Taça da Liga, duas vitórias para cada um e um empate. O United pode ir buscar inspiração ao último confronto, quando venceu por 3-2 no Ettihad, noutra reviravolta épica que adiou os festejos do título do City.

Sevilha-Espanhol (17h30, Eleven1/Nowo)****

O domingo da luta pela liderança na Liga espanhola começa com o Barcelona-Betis (15h15, Eleven1/Nowo), os catalães a tentarem manter distâncias na frente antes de um duelo que merece toda a atenção nesta altura.  O Espanhol, surpreendente segundo a três pontos do Barça, em casa do Sevilha, terceiro a um ponto de distância. Num campeonato que está a contrariar a lógica, um grande teste às reais ambições das duas equipas. A fechar o domingo de La Liga, o Celta Vigo-Real Madrid (19h45, Eleven1/Nowo). Com três vitórias seguidas sob o comando de Solari, os merengues a procurar confirmar que já passaram as nuvens negras e neste pós-Lopetegui. São ainda assim sete os pontos de distância para a liderança, pelo que a margem de erro continua curta.

Milan-Juventus (19h30, SportTV3)****              

Duelo de sempre entre os clubes mais vencedores de Itália. Embora a balança tenha desequilibrado muito nos últimos anos de hegemonia da Juve, também no duelo com o rival – vai numa série de cinco vitórias seguidas sobre o Milan – os sinais de recuperação dos «rossoneri» esta época alimentam a expectativa sobre o duelo de San Siro. A Juve, que lidera com seis pontos de vantagem sobre Inter e Nápoles e tem o Milan a dez pontos, vem da derrota caseira com o Manchester United para a Champions, a equipa de Gattuso empatou com o Betis e segue na luta pelo apuramento na Liga Europa.

Mónaco-PSG (20h00, Eleven3/Nowo)***

Um duelo que ganhou notoriedade nos últimos anos, mas chega esta temporada em circunstâncias que seriam impensáveis no início da temporada. O Mónaco, campeão ainda há ano e meio, está no fundo da tabela, em zona de descida e com sete pontos em 12 jornadas. Os números impressionam: uma única vitória em 17 jogos esta época, já em agosto, ainda com Leonardo Jardim. A saída do treinador português, substituído por Thierry Henry, nada mudou. O Mónaco continua a afundar-se e a crise não é só desportiva. No dia em que ficou matematicamente eliminado da Champions, goleado pelo Club Brugge, o clube do Principado teve o seu dono, o oligarca russo Dmitri Rybolovlev, detido por suspeitas de corrupção. Um caso que não está diretamente ligado ao Mónaco, garante o clube, mas que poderá ter consequências bem mais profundas. Voltando ao jogo, a oportunidade para ver se ainda resta alguma chama no Mónaco, frente a um PSG dominador na Ligue 1 como nunca, 12 vitórias em outras tantas jornadas da Ligue 1.  

Todas as transmissões em direto do fim de semana

Sexta-feira

Frosinone-Fiorentina (19h30, SportTV3)**

Lille-Estrasburgo (19h45, Eleven3/Nowo)**

Levante-Real Sociedad (20h00, Eleven1/Nowo)**

Atletico Tucuman-Rosário Central (00h00, SportTV1)*

Sábado

Valladolid-Eibar (12h00, Eleven1/Nowo)**

Cardiff-Brighton (12h30, SportTV2)**

Torino-Parma (14h00, SportTV3)**

Werder Bremen-B. MGladbach (14h30, Eleven2/Nowo)**

Getafe-Valência (15h15, Eleven1/Nowo)**         

Guingamp-Lyon (16h00, Eleven3/Nowo)**

Crystal Palace-Tottenham (17h30, SportTV2)***

Borussia Dortmund-Bayern Munique (17h30, Eleven2/Nowo)*****

At. Madrid-At. Bilbao (17h30, Eleven1/Nowo)***

Génova-Nápoles (19h30, SportTV2)***

Nimes-Nice (19h00, Eleven3/Nowo)**

Girona-Leganés (19h45, Eleven1/Nowo)**

Boca Juniors-River Plate (20h00, SportTV3)*****

Domingo

Tianjin Quanjian-Shanghai SIPG (07h00, SportTV2)***

Alavés-Huesca (11h00, Eleven1/Nowo)**

Atalanta-Inter (11h30, SportTV5)**

Liverpool-Fulham (12h00, SportTV2)***

Livingston-Celtic (12h00, Eleven2/Nowo)*

Anderlecht-Gent (13h30, Eleven3/Nowo)*

Roma-Sampdoria (14h00, SportTV1)**

Chelsea-Everton (14h15, SportTV2)***

Leipzig-Leverkusen (14h30, Eleven2/Nowo)***

Barcelona-Betis (15h15, Eleven1/Nowo)***

Marselha-Dijon (16h00, Eleven3/Nowo)**

Manchester City-Manchester United (16h30, SportTV2)   *****

E. Frankfurt-Schalke (17h00, Eleven2/Nowo)***

Sevilha-Espanhol (17h30, Eleven1/Nowo)****

Milan-Juventus (19h30, SportTV3)****

Celta Vigo-Real Madrid (19h45, Eleven1/Nowo)***

Mónaco-PSG (20h00, Eleven3/Nowo)***

(Artigo publicado às 23:48 de 8 de novembro)