«Havia informações concretas de que estavam a planear uma explosão dentro do estádio», explicou o responsável, que foi confrontado com a probabilidade 15 minutos antes da abertura das portas.

Mais tarde, em conferência de imprensa, o Ministro do Interior da Alemanha fez um ponto de situação sem referir dados concretos.

«A decisão de cancelar o jogo foi tomada depois de um número crescente de informações que fomos recebendo desde o final da tarde», salientou Thomas de Maizière, acrescentando: «Foi uma decisão extremamente dura mas tivemos de a tomar depois de várias informações que apontaram para uma ameaça concreta.»

OFICIAL: Alemanha-Holanda cancelado

O Ministro revelou que a informação veio de fora da Alemanha: «A informação veio de uma fonte estrangeira. A estação central foi parcialmente fechada assim como alguns transportes públicos.»

Angela Merkel ia assistir ao encontro mas não chegou ao estádio em Hannover.

Entretanto, Boris Pistorius, Ministro da Baixa Saxónia, revelou que até ao momento não foram efetuadas detenções nem encontrados explosivos que confirmem as ameaças que pairavam no ar.