Hilário, guarda-redes de 34 anos, que se estreou esta quarta-feira pela Selecção Nacional, no final da vitória sobre a China, em jogo de preparação disputado em Coimbra:

«Foi uma boa estreia. Fica aqui uma mensagem: nunca é tarde para realizar um sonho como este, que tinha há muito tempo. Quero continuar a trabalhar para, no futuro, ter mais oportunidades. Claro que gostaria de estar no Mundial. Aprendi que, no futebol, nada está garantido, por isso tenho de continuar a trabalhar, para aproveitar as oportunidades, e mostrar o meu valor. Se foi tardia, não questiono. As coisas acontecem quando têm de acontecer. É extremamente gratificante chegar a esta idade e sentir-me um jovem, feliz por ter acabado de realizar um sonho. Ao longo da minha carreira, têm surgido situações em que tenho de saltar do banco e, com isso, vai-se criando alguma experiência. Sinto-me realizado e que sou mais uma opção.»