O Benfica emitiu um comunicado, ao final da noite desta quarta-feira, para criticar as escolhas da Federação Portuguesa de Patinagem na convocatória para o Mundial da modalidade. O clube da Luz fala numa lista «inaceitável», bem como um «ostensivo ato provocatório e persecutório da parte da Federação de Patinagem de Portugal». 

Foram anunciados, nesta quarta-feira, os atletas convocados para as seleções nacionais de Patinagem Artística e Hóquei em Patins, que vão competir nos campeonatos do mundo inseridos nos World Skate Games 2024, no mês de setembro, em Itália.

O Benfica (campeão há 11 temporadas seguidas) tem três atletas na convocatória, sendo o clube mais representado. No entanto, outros tais como o Turquel ou Gulpilhares têm duas convocadas. A equipa que disputou a final com o Benfica, o CA Feira, tem apenas uma atleta. As restantes são do Escola Livre A e dos estrangeiros do Telecable. 

«O Sport Lisboa e Benfica considera inaceitável que algumas das suas principais atletas e melhores jogadoras da modalidade não tenham sido incluídas na convocatória da Seleção Nacional feminina de hóquei em patins para o Campeonato do Mundo. Uma decisão inexplicável, num ostensivo ato provocatório e persecutório da parte da Federação de Patinagem de Portugal e do seu selecionador», alegam os encarnados. 

«Mais uma atitude vexatória e desrespeitadora para com o Sport Lisboa e Benfica e as suas jogadoras, cujo contributo foi decisivo para a conquista de mais de 30 títulos, entre os quais 11 Campeonatos consecutivos, e, igualmente importante, para a afirmação e projeção da modalidade em Portugal e além-fronteiras. O Sport Lisboa e Benfica repudia mais este triste episódio protagonizado pela atual Federação de Patinagem de Portugal, cuja Direção não defende os interesses de Portugal nem da modalidade», terminam.

Hélder Antunes é o selecionador nacional. Luís Sénica é o presidente da Federação de Patinagem de Portugal e antigo treinador do Benfica.