No entanto, não fique o leitor a pensar que basta ler o livro para se poder treinar à «la Mourinho». Como o próprio refere, «este livro vai ser fantástico, mas não vão ser muitos os treinadores de formação tradicional que, mesmo lendo-o cinquenta vezes, vão conseguir extrair dele coisas produtivas para o seu trabalho, porque não conseguem sistematizar a partir daí».

De facto, os quatro jovens constatam no livro que José Mourinho vai contra todas as correntes e métodos de treino já estabelecidos e que não respeita grande parte das normas que se encontram nos livros científicos. «O que o Mourinho faz no treino não tem absolutamente nada a ver como que habitualmente se faz e se diz ter de fazer», mas, apesar de tudo, tem sucesso e conquista muitos títulos.

São essas diferenças nos métodos de treino que os autores tentam explicar no livro, de uma forma «lógica, inteligível», para que não fiquem dúvidas de que Mourinho é mesmo um treinador diferente dos outros. A começar pela preparação da equipa no início da temporada, em que Mourinho deixa o trabalho físico, que classifica como um «mito», para segundo plano para apostar logo na definição de um modelo de jogo. Uma entre muitas diferenças descritas em pormenor num livro que começou a ganhar vida há cerca de dois anos e que vai estar à venda a partir desta quinta-feira.

A apresentação do livro é feita por Rui Faria, treinador adjunto do Chelsea, enquanto o prefácio é assinado pelo neurocientista António Damásio, Director do Brain and Creativity Instititute, da Universidade do Sul da Califórnia.

Quem são os autores?

Bruno Oliveira: nasceu em Lisboa em 1978 e licenciou-se em Desporto na Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade do Porto (FCDEF-UP), em 2002, com especialização em Alto rendimento - Futebol (classificação de 20 valores na tese de licenciatura). Estagiou durante duas épocas na Lazio, com Sven Goran Eriksson, vendo este clube sagrar-se campeão de Itália. Estagiou ainda no Real Madrid, Manchester United, Parma e Fiorentina. Jogou futebol no Nelas, Luistânia nos Açores e Académico de Viseu.

Nuno Amieiro: natural de Aveiro (1979), licenciou-se em Desporto na FCDEF-UP em 2004, com especialização em Alto rendimento - Futebol. Exerceu funções técnicas no Beira-Mar e P. Ferreira.É autor do livro Defesa à zona no futebol, adaptado da sua tese de licenciatura (20 valores). Colaborou durante a época 2004/05 com a Revista Dez do jornal Record. Actualmente exerce funções técnicas no F.C. Porto.

Nuno Resende: nasceu em Avança (1976), licenciou-se em Desporto na FCDEF-UP em 2002, com especialização em Alto rendimento - Futebol. Classificação de 19 valores na tese de licenciatura, intitulada Periodização Táctica. Exerceu funções técnicas no Feirense. Jogou futebol no AA Avança e no CCR Válega. Realizou o curso de nível II da UEFA na Associação de Futebol de Aveiro.

Ricardo Barreto: natural de Braga (1980), licenciou-se em Desporto na FCDEF-UP em 2003, com especialização em Alto rendimento - Futebol. Classificação de 20 valores na tese de licenciatura sobre o pressing e a posse de bola. Jogou futebol e exerceu funções técnicas no Boavista. Realizou um curso de treinadores da UEFA na Federação da Escócia. Estagiou em vários clubes, entre os quais, o Manchester United.

Título: «Porquê tantas vitórias?»

Autores: Bruno Oliveira, Nuno Amieiro, Nuno Resende e Ricardo Barreto.

Editora: Gradiva.

Preço: €15.30.