A reacção do brasileiro é de felicidade. «Fico feliz pelas pessoas me observarem. Se chegar à Selecção é um sonho realizado. Vou tentar realizar esse sonho.» A comparação com Ronaldo deixa-o nas nuvens. «O Ronaldo é o meu ídolo. No futebol ele foi o melhor que vi jogar. É o ídolo em que eu me inspiro para trabalhar todos os dias.»

Em relação à escolha da UEFA, a reacção é de felicidade outra vez. «Fico feliz, claro. É uma motivação para trabalhar mais e para poder melhorar mais», garantiu o brasileiro. «Durante a semana, nos treinos, tenho trabalhado para estar sempre na melhor forma e poder mostrar o meu valor no relvado, trabalhando em conjunto com os companheiros.»

Tal como Jesualdo Ferreira dissera antes, Hulk sente também que ainda é um produto inacabado. O brasileiro garante aperceber-se que melhorou muito desde que chegou a Portugal, mas que ainda tem muito para melhorar. «O treinador tem-me ajudado muito nos treinos. Tem tentado que a fama não me suba à cabeça e que continue a trabalhar.»

Nesta quarta-feira, frente ao At. Madrid, é mais uma oportunidade de Hulk se mostrar. Jesualdo disse até que é um jogo à medida do brasileiro. Hulk garante que só quer ajudar. «Vai ser um jogo importante. Vamos jogar perante os nossos adeptos e se jogarmos como temos feito nos últimos tempos, podemos conseguir um bom resultado.».