«Este é mais um desafio na minha carreira. Como disse o presidente o Olhanense tem estatuto de I Liga, mas tem de o provar», começou por dizer António Conceição. «Ainda temos muito trabalho pela frente, para construir o plantel, mas se não fosse para subir não estaria aqui. O objetivo é esse», acrescentou o novo técnico da formação algarvia.

Mas perante tantas incertezas em relação ao plantel, António Conceição considerou que «só mais para a frente será possível dizer com mais convicção que o Olhanense está entre os candidatos».

Nesta altura o Olhanense tem cinco reforços confirmados: Jorge Gonzalez Prado (ex-Deportivo Cali), André Pires (ex-Sp. Braga B), Diogo Melo (ex-Portimonense), Weldon (ex-Anápolis) e Dani (Gondomar). A treinar à experiência encontram-se Tiago Maia, Vítor Almeida, Edgar Marcelino e ainda os colombianos González Moreno, Fabio Sturaro e Daniel Giraldo.

Da temporada passada transitam Ricardo Ferreira, Vítor Bastos, Karamatic, Celestino, Pouye, Lucas Souza, Jander, Regula, Femo Balogun e Murilo. Diakhité ainda tem contrato com o Olhanense mas está à experiência no Rubin Kazan.

O próximo reforço a ser anunciado por ser Romuald Peiser, o guarda-redes francês de 34 anos, que nas últimas quatro épocas esteve na Académica.