O Serzedelo-Coimbrões de 22 de Março foi alvo de investigação por uma suposta tentativa de suborno ao árbitro. Na sequência, a série B do campeonato foi suspensa até haver decisões sobre o caso, já que o jogo influenciava as classificações.

A FPF divulgou esta terça-feira um comunicado em que confirma o arquivamento do processo por falta de provas concretas. «Foram notificadas e/ou inquiridas 10 pessoas e foi solicitada, no dia 1 de Abril, a cooperação ao Ministério Público a fim de se obterem outras informações necessárias para o desenvolvimento do processo» mas «não há não há nos autos elementos seguros que possam relacionar os factos com algum clube de futebol ou agente desportivo.»

O Conselho de Disciplina «ordenou o arquivamento do processo de averiguações» pois «não se vislumbram por ora outras diligências que permitam identificar os agentes.» No entanto, o CD adverte que «a decisão que se tome no presente processo não impede que mais tarde se instaure um processo disciplinar, se os factos que venham a ser conhecidos o determinarem.»

De acordo com o comunicado da FPF, «a Direcção da Federação Portuguesa de Futebol está, deste modo, habilitada a retomar o normal andamento da Série B da III Divisão Nacional, agendado o respectivo sorteio», o que deve acontecer brevemente, de forma a não atrasar mais o final da época dos clubes da III Divisão nacional.