O lendário avançado espanhol, coqueluche do Real Madrid de 1992 a 2010 e ídolo do Schalke (2010 a 2014), estava cara a cara com o guarda-redes e capitão adversário, o ex-Navalista e Academista Romuald Peiser, e atrasou a bola para um colega que apareceu sozinho para a pontapear para uma baliza deserta. Do lance resultaram cartões amarelos para o dianteiro e guardião e, claro, o golo anulado. Razão de tudo isto.

O MCU Park, em Brooklyn e com cerca de cinco mil e 300 adeptos, ficou estupefacto. E não era para mais. Veja a partir dos 47 segundos.