Houve um duelo bastante quentinho no morno Liverpool-Flamengo que valeu o título de campeão do mundo ao conjunto inglês.

Andy Robertson e Rafinha pisaram mais ou menos os mesmos terrenos e andaram muito tempo… a pisar calos um do outro também.

Logo nos primeiros minutos houve uma pequena discussão entre ambos, mas as coisas começaram a aquecer já perto do intervalo.

Num lance em que o jogador escocês nem esteve envolvido, foi pretexto para Robertson declarar guerra ao jogador do Flamengo.

Tudo aconteceu quando Rafinha agarrou Mané sem bola quando este fugia para o ataque, o avançado senegalês reagiu e acabou por ver o amarelo por isso mesmo.

Ora, mal o árbitro apitou para o intervalo, e enquanto passava à frente de Rafinha, Robertson prometeu a Mané que se iria vingar - «Eu trato dele, Sadio», disse, com as câmeras a focarem-no como se vê no vídeo abaixo.

Promessa feita, promessa cumprida. Logo nos primeiros minutos do segundo tempo, Rafinha e Robertson disputaram uma bola junto à linha lateral… e o brasileiro acabou o lance no chão.

 

Mas as coisas não ficaram por aí. Mal o árbitro apitou para o final da partida, quem é que Rafinha procurou? Robertson, pois claro.

E não foi para lhe dar os parabéns, como se percebe no vídeo seguinte.

 

Ou neste outro, com a imagem mais aproximada, no qual se percebe que teve de ser o árbitro e Henderson a serenar os ânimos.