A formação londrina conta nesta altura com 56 pontos, em 40 jogos, estando no 11º lugar, a sete pontos do sexto lugar. Numa altura em que faltam seis jogos para o final da II Liga Inglesa, o Queens Park Rangers pode sonhar. Embora seja complicado, até porque o Cardiff (sexto classificado) tem menos três jogos nesta altura.

A vitória sobre o Bristol City foi construída na segunda parte, depois de uma primeira metade sem golos. Jordi Lopez, num remate de longe, inaugurou o marcador aos 65 minutos. O Queens Park Rangers podia ter aumentado a vantagem logo a seguir, mas o guarda-redes Adriano Basso travou os remates de De Carmine.

À entrada do quarto-de-hora final, o jogo complicou-se para Paulo Sousa. O Bristol City empatou aos 77 minutos, por McIndoe, lançando a desconfiança sobre a vitória em mais um jogo caseiro. Aos 81 minutos, porém, Adel Taarabt finalizou à boca da baliza uma assistência da direita e garantiu a 14ª vitória da época do Queens Park Rangers.