Raul Jiménez e a noiva Daniela Basso deram uma entrevista conjunta à revista Estilo DF em que falam sobre a sua relação, contam como se conheceram nas redes sociais, como vivem na pequena Wolverhampton e da experiente recente de terem sido pais da pequena Arya. Na entrevista, o avançado mexicano fala também do momento difícil que viveu após o choque com o David Luiz, no decorrer do jogo com o Arsenal. Um momento difícil, mais para a Daniela, uma vez que o Raul só se lembra de acordar no hospital.

«Foi um momento duro, complicado, não desejo a ninguém que passe por isso. Penso que para ela foi mais complicado porque o jogo foi em Londres, estávamos a duas horas de distância e ela estava a ver o que se estava a passar em casa», começa por contar o antigo avançado do Benfica.

Raul Jiménez, como se se sabe, sofreu uma fratura do crânio e foi submetido a uma intervenção cirúrgica. «Eu não me lembro do momento, só me lembro de acordar no hospital depois da operação. Mas foi difícil voltar a casa e não poder fazer muitas coisas, andar devagarinho, foi difícil, mas ela esteve sempre a apoiar-me, até o pequeno-almoço à cama me levou», conta ainda.

Uma situação mais complicada para Daniela que viu tudo à distância. «Depois do susto e da parte feia, porque uma coisa é fraturar um braço, mas não é tão alarmante como vê-lo inconsciente no relvado, foi muito duro, viajar sozinha com o bebé com toda essa angustia. A verdade é que o apoio foi impressionante, fiquei com pele de galinha. Nunca pensei que fosse possível receber o apoio que tivemos aqui. Vieram os vizinhos, familiares, as esposas dos outros jogadores, trouxeram-me comida, fizeram uma manta para o Raúl. Ao início é um pouco incómodo, porque é muita gente, mas depois cais na real e percebes o alcance e o tão querido que ele é», contou também a noiva do jogador.