Pep Guardiola não poupou elogios à sua equipa, particularmente pela segunda parte, no triunfo no dérbi com o vizinho do United (3-1). O treinador catalão assumiu que a sua equipa entrou no jogo com alguns «receios», mas acabou por soltar-se mais depois do intervalo. O treinador destaca as exibições de David Silva, Bernardo Silva e Sterling.

«Merecemos a vitória. Na primeira parte jogámos com algum receio, o futebol é um jogo e não queríamos perder a bola. Não queríamos atacar e eles estavam a defender muito bem. Na segunda parte o jogo foi um pouco mais aberto, conseguimos mais espaços e partimos para uma boa exibição frente a uma equipa de topo», começou por destacar no final da partida.

E que receios eram esses? «Queríamos jogar bem diante dos nossos adeptos e sabíamos que era importante jogar e ter a bola neste jogo. Mas entrámos bem e o golo de Sergio Aguero ajudou-nos muito depois da meia hora de jogo. O United tem grande qualidade e não precisa de muitas oportunidades para te castigar. Podíamos ter sofrido um segundo golo, estas coisas acontecem, mas reagimos muito bem e não concedemos nem mais uma oportunidade», acrescentou.

David Silva abriu o marcador e esteve em bom nível, tal como Bernardo Silva que fez assistências para o segundo e terceiro golos do jogo. «Não é a primeira vez que ele [David Silva] jogou um dérbi, é muito experiente e jogou a um nível elevado. O Bernardo Silva também esteve incrível e o Raheem [Sterling] também fez um grande esforço. Toda a gente esteve bem, particularmente na segunda parte», referiu.

O City voltou a ultrapassar o Liverpool e a destacar-se no topo da classificação, agora com mais doze pontos do que o vizinho United, mas Guardiola ainda não quer ouvir falar n título. «Ainda estamos em novembro, ainda nem terminámos a primeira volta. Tudo pode acontecer no futebol. Estamos a marcar muitos golos e a criar muitas oportunidades. Agora é importante que os jogadores regressem bem dos respetivos compromissos internacionais», destacou ainda.