Um jovem árbitro espanhol foi agredido no domingo passado durante um jogo da 3.ª divisão regional das Baleares, em Maiorca.

«Os jogadores estava a ir ao choque e tive a sensação de que a situação estava a aquecer. Aos 37 minutos houve um duelo entre dois jogadores, em que um dá um murro a outro nas costas. Vi a situação e expulsei-o. Ele veio ter comigo, esmurrou-me com o peito e depois deu-me um murro», relatou Joan Miquel Reus, que apresentou queixa à Guardia Civil.

O árbitro, de apenas 21 anos e ainda estudante, ficou com um tímpano perfurado, permanece em tratamento e as sequelas físicas da agressão poderão levá-lo à mesa de operações daqui a uns meses.

Joan Miquel Reus é árbitro desde a adolescência e confessou ter pensado, logo após o sucedido, em deixar a arbitragem. «Quando estava sozinho no balneários à espera da Guardia Civil, pensei que não voltaria a apitar, que não compensa. Depois, à medida que fui melhorando animicamente, pensei que não é isto que me vai fazer recuar», confessou ainda em declarações reproduzidas pelo ultimahora.es.