A boa campanha do Palmeiras na temporada passada, que culminou com o título brasileiro, despertou o interesse de variados clubes nos serviços de Luiz Felipe Scolari, o técnico do verdão.

O ex-selecionador nacional foi questionado especificamente sobre o interesse da Colômbia e não escondeu algum desagrado pela insistência dos colombianos.

«As negociações [com a Colômbia] não continuaram, mas parece que eles querem continuar. Não vou dizer nem que sim nem que não, mas tenho contrato com o Palmeiras e eu já manifestei duas ou três vezes que não iria sair», começou por dizer, em conferência de imprensa.

«Parece que a Colômbia ainda não entendeu que eu não vou sair, aumenta valores, mas não é apenas a questão de valores. Se fosse por isso, teria aceitado um convite chinês, mas isso também não me interessou», acrescentou.

Ora, Scolari não ficou sem resposta, já que a Colômbia emitiu depois uma nota nas redes sociais a desmentir o interesse no treinador brasileiro.

«A Federação Colombiana informa que não está interessado em Luiz Felipe Scolari para ser selecionador nacional. Ficamos contentes com a sua decisão de ficar no Palmeiras, já que aqui não tem nenhuma oferta de trabalho», escreveu aquela federação.