O ganês era, juntamente com o egípcio Hassan Sheahata, um dos mais titulados da competição, entrando na história após conquistar três títulos, em 1963, 1965 e 1982. Gyamfi foi também jogador e representou a sua seleção entre 1950 e 1961, somando uma curta passagem pelo futebol alemão, ao serviço do Fortuna Dusseldorf.

Como treinador, terminou a carreira em 1993, no Ashanti Gold, principal clube do Gana.