Vicente del Bosque defende a atribuição da Bola de Ouro de 2014 a um jogador alemão, tendo em conta que a seleção germânica sagrou-se campeã mundial neste ano, no Brasil.
 
«Este foi ano de Mundial. Quando ganhámos em 2010 também defendemos sempre a atribuição do prémio a um jogador nosso. Já sabemos quem são os melhores do mundo, mas existe também a competência dos alemães, que podiam ganhar o prémio, por aquilo que conquistaram enquanto equipa. O futebol não é só uma questão individual, e a seleção alemã foi uma excelente equipa», afirmou o selecionador espanhol, em entrevista à «Omnisports».

«SOU UM DESPORTISTA, NÃO UM TIPO QUE POSA EM CUECAS»
 
Relativamente a Messi e Cristiano Ronaldo, que têm travado uma intensa luta pela Bola de Ouro nos últimos anos, Del Bosque diz que são «dois exemplos fantásticos para aqueles que amam o futebol». «Se preferes um ao outro é, normalmente, por causa das cores que defendes. São ambos fantásticos», acrescentou.

RONALDO E A BOLA DE OURO: «O QUE TINHA A FAZER, JÁ FIZ»