Ivan Rakitic está de regresso a Sevilla e tem procurado cimentar o seu espaço na equipa andaluz. O médio croata recordou as seis temporadas que passou no Barcelona, coroadas com treze títulos.

«Fazer parte do maior clube do mundo é algo indescritível. Vou sentir-me sempre parte dessa grande família. Foi incrível jogar com alguns jogadores e tê-los como amigos. Sou muito próximo do Andrés Iniesta, conversamos muito. Jamais esquecerei esses seis anos», disse o médio croata, em entrevista aos órgãos de comunicação da FIFA.

O jogador de 32 anos guarda boas memórias da etapa na Catalunha, onde alinhou ao lado de Leo Messi e a quem não poupa nos elogios.

«Messi é cem por cento futebol. Não importa quem sejas, só precisas de te divertir. É outro nível. Com todo o respeito pelos outros jogadores, existe apenas um número um e é o Leo. Jogar 311 partidas com ele foi um sonho. Quero agradecer-lhe por tudo, nunca saberá o que significa jogar com ele», confessou.

Em jeito de brincadeira, o croata voltou a contar a história curiosa de como conheceu a atual esposa.

«É uma história incrível. Já era tarde no primeiro dia em que cheguei a Sevilha. Fiz um exame médico na manhã seguinte, muita coisa para tratar. Estava nervoso e pedi ao meu irmão que viesse beber um copo comigo. Havia uma miúda a trabalhar no bar. Quando a vi, soube que queria casar com ela. Havia um grande clube europeu a ligar para o meu irmão, a tentar mandar um avião para assinar por eles, mas eu disse-lhe: 'Já dei minha palavra ao Sevilla, vou assinar por este clube e vou me casar com aquela miúda'. Foi muito difícil fazer com que ela saísse comigo, porque ela rejeitava-me. Tive que trabalhar muito, dentro de campo tento trabalhar muito, mas isto foi muito mais difícil ... Depois de sete meses, ela aceitou ir almoçar comigo e estamos juntos há nove anos e meio», contou.