O avançado do Brighton, Glenn Murray e a sua esposa foram detidos por suspeita de fraude fiscal, numa quantia de um milhão duzentos e sessenta mil euros.

De acordo com BBC, membros da HM Revenue and Customs [HMRC] deslocaram-se a casa do jogador britânico na última terça-feira de manhã.

«Um casal foi detido no decorrer de uma investigação relacionada com suspeita de fraude fiscal no valor de um milhão e duzentos de sessenta mil euros», confirmou à BBC um porta-voz do HMRC.

Os computadores e registos pessoais foram apreendidos enquanto as investigações continuam.

Murray, de 34 anos, é o melhor marcador do Brighton na presente temporada.