Quem o disse foi Patrice Evra. Em entrevista ao Sunday Times, este domingo, o jogador francês recordou uma conversa com Ferguson duas semanas antes da sua retirada, explicando que o escocês tinha até planos para o futuro próximo do clube, incluindo o regresso de Cristiano Ronaldo.

«Patrice, ficarei por mais cinco anos. Eu disse: "Sim,mister. Vamos lá". Eu estava tão convencido disso. Ele parecia cada vez mais jovem, era incrível. Ele até me disse: "É 99% de certeza que Cristiano Ronaldo virá". Eu fiquei assim um pouco "bem, estamos prontos para dar o salto de novo e até mesmo vencer a Liga dos Campeões novamente”?», disse o agora jogador da Juventus.

A decisão de se retirar estava, portanto, colocada de lado, mas a morte da cunhada levou Ferguson a abandonar os bancos subitamente. Uma reviravolta que deixou o balneário dos «red devils» devastado, segundo o francês.

«Sabes quando estás perdido e sentes que o mundo está a desabar? Foi um grande trauma, senti-me perdido», confessou o defesa.

Aos 32 anos, Evra pensa continuar no futebol depois de pendurar as botas, seguindo o conselho que Sir Alex lhe deu um dia e que o jogador revelou na mesma entrevista.

«Patrice, duas pessoas desta equipa serão ótimos treinadores, tu e o Ryan Giggs. Confia em mim. Tu entendes de futebol, sabes como falar com as pessoas, tens liderança. Esquece as táticas e tudo, tu sabes como passar a tua paixão. Podes facilmente passar a tua inspiração, a tua liderança. Confia em mim, tira os teus cursos», referiu Evra.