Phil Foden marcou o golo que ditou o triunfo do Manchester City frente ao Tottenham. Após o encontro, Guardiola referiu-se ao inglês como um jogador «especial» e recordou as primeiras palavras do diretor de futebol dos «citizens», Txiki Begiristain, mal aterrou em Manchester.

«Se tinha algum jogador com Phil na academia do Barcelona? Não, ele é especial. Vejo-o todos os dias nos treinos e tem alguma coisa de especial. E atenção, já viu muitos futebolistas como jogador e treinador. Foden tem algo difícil de encontrar», começou por dizer o catalão, em conferência de imprensa.

«Na próxima época ele terá de lutar com Fernandinho, David (Silva), Kevin (De Bruyne) e Gundogan. Terá de correr, correr e correr para me convencer. Mas confio muito nele», acrescentou, recordando depois o dia em que Begiristain lhe disse que ele tinha de conhecer um miúdo de 15 ou 16 anos.

«A primeira vez que aterrei aqui, Txiki disse-me que tinha de conhecer um miúdo de 15 ou 16 anos. Tens de o conhecer, repetiu. Ele veio treinar com a equipa principal e eu disse 'Wow, tens razão, Txiki. Este jogador é bom!'.»

O médio de 18 anos já leva 25 jogos pelo Manchester City na presente época, mas apenas sete como titular. Pep fez questão de explicar por que razão o Foden é muitas vezes suplente utilizado.

«Temos de ter cuidado com os jogadores jovens: tão rapidamente chegam ao topo como vão ao fundo. Temos de gerir essa questão. Ainda assim, não tenho nenhuma dúvida em relação a ele. Nenhuma», vincou.

Pode assistir aos elogios de Guardiola a Foden no vídeo que se segue: