Erling Haaland ficou inconsolável após a polémica decisão deste domingo, por parte da equipa de arbitragem, no empate entre o Manchester City e o Tottenham (3-3). Segundo o mesmo, uma publicação que viu na rede social X foi a única maneira de o fazer «sorrir pela primeira vez hoje [segunda-feira]», depois do encontro.

De recordar que o jogo ficou marcado pela qualidade futebolística, mas também por uma decisão do árbitro, Simon Hooper, que travou uma jogada quando Jack Grealish ia isolado para a baliza, já nos últimos minutos do jogo.

As fotografias da reação do noreuguês (gritos para o árbitro), ainda em campo, geraram diversas montagens e brincadeiras nas redes sociais, sendo que uma delas chamou a atenção do jogador do Manchester City - uma junção entre a pintura «O Grito», de Edvard Munch, e «O Grito», de Erling Haaland.