Blues - -Reds

«Não tenho de dizer-vos», atirou o Special One, depois de confrontado se Abrahamovic o tinha deixado ou não descansado sobre o seu futuro.

No que diz respeito às razões sobre a corrente má forma da equipa, Mourinho desconversou. «Se lerem os jornais ficarão a conhecer as razões, porque vêm lá escritas todos os dias, A minha visão não é importante porque a forma como escrevem é claramente a verdade e não deixa lugar a discussão. A verdade é a verdade. O Chelsea é um grande clube, o clube para onde escolhi vir», reforçou, antes de voltar ao tema: «Vocês não conhecem a minha história... Querem comprar o meu livro?»

Como sai o português de situação tão delicada? «Trabalhando.»

«O Liverpool é um grande clube, e o Manchester United um clube muito grande. Na última época o Liverpool não ganhou nada e não se qualificou para a Liga dos Campeões, e continuou a ser um grande clube. Há dois anos, o Manchester United não se qualificou para a Liga dos Campeões ou sequer para a Liga Europa, e continua a ser monstruoso», acrescentou. 

O penálti falhado por Eden Hazard, que ditou o afastamento da Taça da Liga perante o Stoke, também veio naturalmente à conversa com os jornalistas. «Não vou criticá-lo porque falhou um penálti. Tentou tudo nesse jogo, fiquei satisfeito com a sua exibição. Fiquei satisfeito também com a exibição com o Dínamo Kiev. Antes disso, esteve no banco uma série de jogos, porque não estava satisfeito e achei que era o melhor para ele, mas agora estou feliz com a sua reação positiva a essa situação.»

Klopp no caminho

O reencontro com Jürgen Klopp, agora treinador do Liverpool, também não parece tirar Mourinho do sério: «Temos uma boa relação. O seu trabalho fala por si. Apesar da última temporada, ele é um dos técnicos de topo. Não é alguém que conheça particularmente bem, porque no futebol não temos amigos, mas é alguém de quem gosto.»

E será que Mou riu-se com a tirada do «Normal One» por parte do alemão? «Por que me riria?»

Sobre o Liverpool, não há grandes dúvidas: «Foram uma boa equipa e são uma boa equipa. Tinham um bom treinador, agora têm um muito bom treinador. É igual. Ele mudou alguns detalhes na abordagem tática, mas essa é a natureza dos jogos, especialmente quando estamos a falar de dois treinadores de topo. Quando se muda de um de topo para outro de topo o nível é alto. Se é um jogo especial? Gosto de jogar todos os jogos, o nome não faz diferença para mim.»

Para o jogo, Mourinho ainda tem algumas baixas, embora seja possível que Pedro e Diego Costa ainda recuperem para o embate: «Estou esperançado, se não não os levaria para o hotel. É sempre difícil encontrar uma percentagem sobre a sua recuperação, mas mim tem mais a ver com a sua confiança.»

Sem interesse em Drogba

O treinador português não quis falar ainda sobre um eventual novo castigo por parte da federação e recusou-se a prometer a qualificação para os oitavos de final da Champions, no grupo do FC Porto.

E ainda teve de responder a perguntas sobre Didier Drogba, que tem-se mostrado em forma nos Estados Unidos: «Querem mesmo que compare a Premier League à MLS? De qualquer forma não estamos interessados num empréstimo em janeiro.»