João Moutinho foi um dos convidados do programa da Premier League, no qual abordou as diferentes etapas da sua carreira: da mudança do Sporting para o FC Porto, da passagem pelo Mónaco e das razões que o levaram a decidir assinar pelo Wolves. 

O internacional português estreou-se como sénior nos leões, tornando-se inclusive capitão de equipa. 

«Tinha 18 anos quando comecei a jogar pelo Sporting. Nessa idade queres mostrar às pessoas tudo o que podes fazer, que podes jogar. Era capitão e a mudança para o FC Porto não foi fácil, foi uma grande decisão, das melhores que tomei na minha carreira», explicou.

O médio esteve três anos no FC Porto antes de se mudar para o Mónaco, uma equipa que procurava afirmar-se entre os maiores da Europa. Aquando da mudança para França, Moutinho assumiu que «esperava fazer coisas muito boas»  e acredita que conseguiu.

«Mudei-me para o Mónaco e esperava fazer coisas muito boas. Fizemos um excelente trabalho, vencemos a Liga francesa e estivemos bem na Liga dos Campeões», defendeu.

No último verão o jogador de 32 anos decidiu deixar o Principado para assinar pelo Wolves. A decisão de se mudar para o recém-promovido emblema inglês foi influenciada pela armada portuguesa que já lá estava.

«Escolhi o Wolves por ser um novo projeto. Por ser uma equipa que quer ser das maiores em Inglaterra. Vou fazer o meu melhor para ajudar a equipa e o clube a evoluírem. Tenho um treinador português e vários colegas de equipa também o são. Eles ajudaram-me a vir para aqui. Ajudamo-nos uns aos outros, mas não são só os portugueses. Temos um grupo forte», referiu.

(...) Ter um treinador e companheiros portugueses ajudou, claro, mas penso que temos um grupo forte e fazemos o que podemos uns pelos outros