A verdade é que o regresso do internacional italiano à Série A, depois de um ano dececionante no Liverpool, está muito longe das expetativas, com apenas quatro jogos e um golo com a camisola rossonera.

O Milan, com o acordo do Liverpool, que mantém os direitos desportivos sobre o avançado, optaram pela intervenção cirúrgica. Segundo a imprensa italiana, o avançado poderá voltar a jogar no início de 2016.