«Não me apetece falar. Havia euforia e felicidade, e depois sofremos dois golos perto do fim. Isso não é muito bom», foi apenas o que disse o treinador do Shakhtar, em conferência de imprensa.