José Mourinho foi ilibado da acusação de uso de linguagem imprópria, confirmou a federação inglesa.

O treinador português do Manchester United tinha sido acusado por no final do jogo com o Newcastle ter dito, em português, alguns impropérios para uma câmara de TV que o acompanhava na saída do relvado.

Mourinho tinha três dias para responder, mas pediu uma extensão desse período. Após audiência, a Comissão Regulatória Independente decidiu-se pelo arquivamento.

De acordo com a imprensa britânica, o Manchester United afirma que apresentou uma «forte defesa» contra a acusação e ficou satisfeito com o desfecho do processo, ao contrário da FA.

«Uma acusação contra José Mourinho por, alegadamente, usar linguagem que era abusiva e/ou insultuosa e/ou imprópria foi achada não provada após audiência da Comissão Independente Regulatória», informou a federação em comunicado.

«As razões escritas para esta decisão da Comissão Independente Regulatória serão publicadas em devido tempo. Esta decisão é passível de recurso», continuou a FA que, de acordo com a imprensa britânica, recorrerá.