Com esta decisão o Cluj cai da segunda para a última posição da Liga romena, embora já tenha sido anunciada a intenção de recorrer para a Comissão de Apelo, ou em última instância para o Tribunal Arbitral de Desporto.

 

A direção do Cluj já avançou também com o pedido de insolvência, que pode ter influência nestes processos, até porque a Comissão Disciplinar deu também um prazo de cinco dias para pagar a mais três ex-jogadores, e até 11 de fevereiro para saldar dívidas a Rui Pedro (agora na Académica) e um outro jogador.

 

De acordo com a imprensa romena o Cluj tem uma dívida de 20 milhões de euros, sendo que aproximadamente onze milhões são devidos ao Estado.