FC Porto, Sporting, Sp. Braga e Vitória de Guimarães já fazem de Portugal o país com maior representação clubística na fase de grupos da Liga Europa 2019/2020. Mas há mais nomes lusos Europa fora, para disputar a competição. Entre algumas ausências, os clubes estrangeiros inscreveram um total de 23 jogadores portugueses, de acordo com as listas oficiais divulgadas esta quinta-feira, pela UEFA.

O emblema não português que mais portugueses chamou foi o Wolverhampton, de Inglaterra, com um total de sete nomes: Patrício, Bruno Jordão, Pedro Neto, Moutinho, Rúben Neves, Jota e Vinagre, sendo que este último está na lista B, ao contrários dos outros, que integram a principal.

Depois, há quatro clubes que listaram dois atletas portugueses cada: o Sevilha, o Trabzonspor, o Eintracht Frankfurt e o Cluj. Por fim, Apoel, Dudelange, Krasnodar, PSV Eindhoven, Besiktas, Feyenoord, Manchester United e AZ Alkmaar contam, cada um, com um jogador português nos inscritos.

Nota para as ausências dos portugueses Miguel Vieira e Rui Pedro, respetivamente de Basaksehir e Ferencvaros, das listas da fase de grupos.

GRUPO A

Sevilha: Daniel Carriço, Rony Lopes

Apoel: Joãozinho

Dudelange: Tino Barbosa

GRUPO C

Krasnodar: Manuel Fernandes

Trabzonspor: Ivanildo Fernandes, João Pereira

GRUPO D

PSV Eindhoven: Bruma

GRUPO E

Cluj: Camora, Luís Aurélio

GRUPO F

Eintracht Frankfurt: André Silva, Gonçalo Paciência

GRUPO G

Feyenoord: Edgar Ié

GRUPO K

Besiktas: Pedro Rebocho

Wolverhampton: Rui Patrício, Rúben Vinagre*, Bruno Jordão, Pedro Neto, Rúben Neves, João Moutinho, Diogo Jota

GRUPO L

Manchester United: Diogo Dalot

AZ Alkmaar: Félix Correia

*Inscrito na lista B