O treinador do Real Madrid, Carlo Ancelotti, justificou a ausência do futebolista galês Gareth Bale dos festejos da equipa no último sábado, pela conquista da liga espanhola, com as dores que o extremo sentia nas costas.

«Todos têm carinho pelo Bale. Não esteve porque não conseguia mexer-se. A mim já me aconteceu, quando estás com as costas bloqueadas, não te consegues mexer. Não é que esteja distante, é mesmo porque não se podia mexer», referiu Ancelotti, na conferência de imprensa antes do jogo da 35.ª jornada, marcado para domingo, frente ao vizinho e rival Atlético Madrid, no Wanda Metropolitano (20h00).

Um jogo que acontece depois do épico apuramento do Real Madrid para a final da Liga dos Campeões e no qual o Atlético não vai fazer guarda de honra aos novos campeões.

«Como disse, se fizerem, perfeito. Se não, o nosso respeito pelo Atlético segue o mais alto possível», comentou Ancelotti.