O treinador do Barcelona, Ronald Koeman, garantiu esta sexta-feira que não há qualquer problema com o futebolista Antoine Griezmann e que o francês tem direito a expressar-se sobre o que entender no que toca ao trabalho no clube catalão.

«Estive a falar com ele ontem [quinta-feira] à tarde, não pelo que disse. Falámos sobre a sua posição e o seu rendimento. Disse-lhe que eu procuro o melhor para a equipa e se acredito que é melhor que ele varie para o flanco direito, ainda que como interior e não na ala, ponho-o. Pode jogar aí, como dez, como nove, mas eu decido sobre o que é melhor para a equipa», afirmou Koeman, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Getafe.

As palavras de Koeman foram expressas após o holandês ter defendido, no início do mês, que Griezmann podia ter concretizado várias das ocasiões que teve ante o Sevilha. O avançado disse, após o Croácia-França de quarta-feira, que o selecionador Didier Deschamps «sabe» onde colocá-lo a jogar, mas Koeman garantiu que não houve ali uma espécie de recado.

«Num França-Holanda, jogou do lado direito. Mas o treinador manda e o jogador deve dar o máximo no rendimento. Não tenho qualquer problema com Antoine [Griezmann]», sublinhou.