Yannick Djalóa goleada do Mordovia frente ao Anzhiliga russa

O avançado português, emprestado pelo Benfica, finalizou de chapéu perante o guarda-redes Sergey Pesyakov, depois de ter sido lançado em contra-ataque antes da linha de meio campo. Tinha entrado aos 43 minutos e saiu aos 77, sete minutos depois do golo, aparentemente por questões físicas. Yannick não marcava desde abril.

Hugo Almeida entrou ao intervalo e não conseguiu evitar o descalabro da sua equipa, que já perdia por 2-0, depois dos remates certeiros de Oleg Vlasov (3) e Evgeni Lutsenko (18), que bisaria aos 54.

Apesar da goleada, o Mordovia é apenas antepenúltimo com 12 pontos. O Anzhi é mesmo o lanterna vermelha, apenas com oito.