O jogador de apenas 21 anos alinhou nas camadas jovens do clube do Championship entre 2011 e 2013, após ter cumprido toda a sua formação no AC Milan.

Depois de terminar a ligação com o emblema inglês, Trani regressou a Itália, onde representou ainda Viggiano e Hinterreggio.

As causas da morte não foram contudo reveladas, com o emblema britânico a adiantar apenas que se tratou de uma «curta doença».