rossoneri

No San Siro, tudo começou a ser simplificado para o Milan aos 10 minutos. Kaká inaugurou o marcador de grande penalidade e sossegou os tiffosi presentes nas bancadas. Nove minutos depois, tranquilidade máxima: centro de Ambrosini e mais um golo de cabeça apontado por Pippo Inzaghi.

Se o Palermo reentrou na partida a pensar na recuperação, muito rapidamente deve ter perdido as esperanças. Aos 48 minutos Cesare Bovo foi expulso e pouco depois o guarda-redes Marco Amelia saiu por lesão, entrando Samir Ujkani. Até final, mais um golo de Kaká. De grande penalidade, pois.

A tarde foi pobre para os portugueses que actuam em Itália. Apenas Gonçalo Brandão esteve em campo, com a camisola do Siena, mas foi derrotado por 1-0 no terreno do Torino. Tiago, suspenso, não pôde ajudar a Juventus na frustrante igualdade em casa do Reggina.

33ª jornada da Serie A

Sábado

Chievo-Udinese, 1-2

(Pellisier, 71) (D¿Agostino, 35, g.p., 90)

Fiorentina-AS Roma, 4-1

(Vargas, 6; Gilardino, 47, 67; Gobbi, 73) (Júlio Batista, 86)

Domingo

AC Milan-Palermo, 3-0

(Kaká, 10, g.p., 56, g.p.; Inzaghi, 19)

Bolonha-Génova, 2-0

(Di Vaio, 15, g.p.; Terzi, 25)

Lázio-Atalanta, 0-1

(Talamonti, 24)

Lecce-Catania, 2-1

(Munari, 11; Tiribocchi, 25) (Martinez, 47)

Reggina-Juventus, 2-2

(Barilla, 27; Halfredsson, 69) (Del Piero, 48, g.p.; Zanetti, 73)

Sampdoria-Cagliari, 3-3

(Marilungo, 26, 42; Cassano, 85) (Matri, 47; Acquafresca, 67, g.p.; Conti, 80)

Torino-Siena, 1-0

(Bianchi, 10)

Nápoles-Inter Milan (mais tarde)