Quem se aproximou deste grupo foi a Roma, graças à vitória por 3-2, sobre o Lecce. Franceso Totti foi o herói da partida, com dois golos, frente a um adversário que, sem o português Antunes, está cada vez mais afundado na zona de despromoção: é penúltimo, com mais um ponto do que o lanterna vermelha Reggina.

Gonçalo Brandão foi o único português em acção esta tarde, jogando os 90 minutos na derrota caseira do Siena frente ao Chievo Verona, resultado que ainda assim não retira a sua equipa da zona tranquila da tabela. A goleada da tarde foi conseguida pelo Palermo (Miccoli não saiu do banco), que subiu ao sétimo lugar depois dos 4-1 ao Bolonha.

Resultados da 32ª jornada:

Sábado:

Génova-Lazio, 0-1

(Zarate, 65m)

Juventus-Inter, 1-1

(Grygera, 90) (Balotelli, 64)

Domingo:

Atalanta-Reggina, 0-1

(Ceravolo, 40)

Cagliari-Nápoles, 2-0

(Jeda, 5; Lazzari, 90)

Catania-Sampdoria, 2-0

(Mascara, 39 g.p.; Martinez, 48)

Palermo-Bolonha, 4-1

(Belleri, 6 p.b.; Kjaer, 44; Succi, 63; Cavani, 90) (Di Vaio, 84)

Roma-Lecce, 3-2

(Totti, 3 e 59 g.p.; Brighi, 13) (Munari, 31; Papadopoulos, 55)

Siena-Chievo, 0-2

(Pellisier, 22 e 48)

Udinese-Fiorentina, 3-1

(Asamoah, 9; De Agostino, 47 e 69) (Dainelli, 67)

Milan-Torino (mais tarde)