O presidente do Cagliari considerou que Cristiano Ronaldo deveria ter saído do campo pouco depois de ter apontado o primeiro de três golos no jogo deste domingo.

«Estou chateado pelo Ronaldo não ter sido expulso. Isso podia ter mudado o jogo. Foi uma jogada perigosa que colocou o nosso guarda-redes em risco e, por isso, ele devia ter sido punido com o cartão vermelho. É o que as regras dizem», afirmou Tommaso Giulini em declarações à Sky Sport.

Recorde-se que logo a seguir ao golo inaguram Cristiano Ronaldo acertou com a chuteira na cara de Alesso Cragno, guarda-redes do Cagliari, tendo recebido o cartão amarelo na sequência do lance.

O dirigente da equipa da ilha da Sardenha não criticou apenas a equipa de arbitragem. Deixou também reparos aos jogadores do Cagliari. «Não jogámos bem na primeira parte, não tivemos agressividade nem paixão. Espero ver uma equipa totalmente diferente na próxima semana contra o Spezia. Estou muito desapontado com a forma como os meus jogadores abordaram o jogo.»