Jesualdo Ferreira e Paulo Bento, treinadores de F.C. Porto e Sporting, comentaram desta forma o empate a zero no Estádio do Dragão, em encontro referente à 20ª jornada da Liga 2008/09. Declarações na flash interview da SportTV:

Jesualdo Ferreira: «São jogos diferentes, em relação ao At. Madrid. Foi um jogo cerrado, o F.C. Porto jogou sempre para ganhar mas foi um jogo com muitas quezílias. O Sporting foi uma equipa digna, mas houve muitas interrupções, não foi um bom jogo. Parece-me que houve filosofias de jogos distintas. Estamos na frente do campeonato e temos vantagem sobre o Sporting, com o Benfica estamos iguais. Queríamos ganhar, mas temos alguns problemas, toda a gente sabe quais são. Encontrámos um adversário tenaz. Tinha dito que o que tinha acontecido na Champions ao Sporting não era bom para nós, porque colocava sobre nós a pressão. A verdade é que empatámos, não era isso que queríamos, mas tenho de admitir que o resultado é justo. Claro que há desgaste, estamos a entrar em Março, é natural que isto aconteça. Não gostei como João Ferreira resolveu alguns assuntos, em termos disciplinares.»

Paulo Bento: «É natural que tenhamos de sentir alguma vergonha, sobretudo desilusão pelo resultado pesado, mas este resultado diz-nos que o período de desilusão está ultrapassado. Demonstrámos que temos uma boa equipa, organizada, com carácter. Em determinados momentos, a equipa foi superior ao F.C. Porto, noutros soube sofrer. As melhores oportunidades foram nossas. Era importante vencer, mas sobretudo fundamental não perder. Com a tal diferença do menos tempo de recuperação, com a carga que tínhamos em cima pelo resultado de quarta-feira, acho que demos uma boa resposta. Ninguém direi que os meus jogadores são uma vergonha, tenho orgulho em treiná-los.»