«Parece-me positivo. Vai chegar à final a equipa que mais merece. Desta forma, as equipas teoricamente menos fortes têm mais possibilidades de sucesso», refere o técnico, pleno de elogios para o Estrela da Amadora, uma equipa massacrada por problemas financeiros ao longo de toda a época.

«O Estrela está a fazer um grande campeonato e uma grande taça. Sentimos muitas dificuldades diante deles na Reboleira para a Liga. Apresenta rotinas muito boas», opina o técnico do F.C. Porto que, porém, quer desde já dar um passo largo em direcção ao Jamor.

«Pretendemos alcançar um resultado que nos permita um segundo jogo com um grau de dificuldade menor. Queremos conquistar a Taça de Portugal. É verdade que estamos bem colocados em todas as provas, mas ainda não vencemos nada», finaliza o treinador.