Recorde-se que F.C. Porto e V. Guimarães estão de relações cortadas, o que provocou uma aproximação dos vimaranenses ao Benfica. «É provável que a aproximação ao Benfica crie um ambiente mais hostil, mas isso é bom para nós», garantiu Jesualdo Ferreira em conferência de imprensa. «Vocês sabem que isso é bom para nós».

Mais o que isso, não. Jesualdo considera que «o tempo cura essas situações» e que «o ambiente sempre foi difícil para todas as equipas em Guimarães». Tornou-se tempo então de falar no jogo, que o treinador imagina difícil. «Vamos encontrar muita luta, de uma equipa alegre e viva, que vai jogar olho no olho, mas nós gostamos destes jogos.»

Também por isso, porque imagina que vai ser um encontro complicado, Jesualdo diz que prefere disputá-lo agora. «Com a densidade de jogos que temos e com as dificuldades que vamos encontrar, é preferível jogar com eles agora do que mais perto do final da época. É um jogo de grau de dificuldade elevado e é melhor jogá-lo agora.»

A má notícia é que se segue a uma paragem de três semanas, que quebrou os ritmos de trabalho. Mesmo assim o F.C. Porto só pensa em vencer. «É importante porque vamos numa sequência boa de vitórias, porque é um adversário difícil e porque é o próximo jogo, que em caso de vitória reforça-nos o optimismo de que vamos ser campeões.»