Jesualdo Ferreira e Lázaro Oliveira, treinadores de F.C. Porto e E. Amadora, respectivamente, analisam o jogo entre as duas equipas, que terminou com vitória dos «dragões» (3-0). As declarações, na zona de entrevistas rápidas da Sport TV:

Jesualdo Ferreira:

«Tenho de admitir como natural (o mau início de jogo). Depois do golo melhorámos muito. Já antes estávamos a entrar no ritmo. Há jogadores fatigados, outros com menos ritmo. Fizemos uma boa segunda parte. Continuamos na frente e agora vamos pensar no Manchester.»

[O Benfica ainda é candidato ao título?] «O F.C. Porto é candidato ao título. Em relação aos outros candidatos, é normal que cada um tenha a sua opinião. Faltam seis jogos, faltam seis vitórias para sermos campeões.»

[foi uma vitória importante para dar moral à equipa antes do jogo com o Man Utd?] «Todas as vitórias são importantes. Temos quatro consecutivas, na Liga. Temos mantido a distância, pois o Sporting também tem ganho. Esta vitória vem consolidar outros jogadores. Há jogadores que estão a entrar melhor no jogo. É dentro deste quadro que nos sentimos confiantes. Tenho muita confiança nesta equipa e no trabalho que fazemos. Os adeptos podem estar seguros que vamos até aos nossos limites, para alcançar os objectivos.»

[Bruno Alves cometeu um erro em Man Utd e marcou ao Estrela. Mariano era assobiado, agora é aplaudido. Que comentário lhe merece?] «Era necessário, durante algum tempo, construir uma equipa, construir uma rotina. No F.C. Porto tem de se ganhar ontem, e tem de se continuar a ganhar no futuro. Conseguimos estabilidade, e depois quem tem qualidade, como eles têm, vai aparecendo.»

Lázaro Oliveira:

«O F.C. Porto não teve tantas oportunidades de golo como teve no jogo da Taça de Portugal. É uma vitória exagerada, para aquilo que os meus jogadores fizeram. O mais importante agora é esquecermos este jogo e pensarmos já no seguinte. Todos sabem das dificuldades do clube, mas ninguém nos podem acusar de nada. As palavras do treinador do F.C. Porto não foram as mais correctas. Não podem apontar nada a estes jogadores.»

[acredita que o plantel vai receber os salários em atraso?] «Está difícil. Esta semana esperávamos que o problema fosse resolvido. Faltam seis jogos e os jogadores estão à espera de respostas.»