Jesualdo Ferreira, treinador do F.C. Porto, após a final da Taça da Liga, que terminou com a vitória do Benfica (3-0):

[Justificações para este resultado]

«Foi um jogo em que houve grande equilíbrio. Não me parece que alguma das equipas se tenha superiorizado. Uma delas foi mais feliz. O primeiro golo surge num lance infeliz, que quebrou o ritmo de jogo. Recuperámos, mas aos 44 minutos sofremos o segundo e aí o destino ficou traçado porque o Benfica está tranquilo e sereno. Manter é mais fácil do que dar a volta. Tenho de destacar a forma como a equipa se bateu. As lesões quebraram um bom momento, que atravessávamos. Hoje também não pudemos contar com jogadores influentes, mas a equipa teve grande atitude, bateu-se do princípio ao fim. A segunda parte foi fácil de gerir para o Benfica. O F.C. Porto também o fazia quando estava emocionalmente estável. Quando se perde não se está no melhor momento.»

«Foi uma partida de grande agressividade e com uma boa arbitragem, já que conseguiu gerir um jogo difícil de forma sensata. Os jogadores queriam muito ganhar, mas a partir de amanhã entramos em recuperação... Com menos um jogador. O Rodríguez tinha um problema que se agravou. Vamos tentar chegar o mais alto possível e ir à final da Taça de Portugal.»

[Palavras são indício de saída da corrida ao título?]

«Não há ideia de sair do que quer que seja. Todos sabem que temos tido problemas, que não estão fáceis de ultrapassar, apesar de termos feito alguns bons jogos. Houve um momento em que as coisas não nos correram bem, surgiram as lesões e o F.C. Porto perdeu qualidade e energia. O sistema que usamos não é fácil para os jogadores que temos, mas é o caminho a seguir. A forma como os jogadores se bateram é, para mim, a grande esperança para o final da temporada.»

«O Benfica tem uma vantagem grande e está numa fase de confiança, tal como nos aconteceu noutros anos. Temos de lutar pelo lugar mais alto e o objectivo que poderá render um título é a Taça. Todos sabem que, nos últimos meses, o trajecto do F.C. Porto foi acidentado, existiram sempre problemas. Problemas normais em futebol, mas que aconteceram todos ao mesmo tempo. A nossa obrigação é lutar pelo que podemos ¿ garantir vitórias para ir o mais alto possível e, em termos de título, temos de lutar pela Taça.»

[Varela]

«Para falar nesse caso teria de falar de outras lesões. São factores que influenciaram o rendimento da equipa. Ficámos reduzidos com os problemas do Hulk e do Farías. Não conseguir controlar a fadiga acumulada paga-se. A única coisa que nos interessa é manter a atitude com os jogadores que temos.»

[Erro de Nuno no primeiro golo. Falou com o guarda-redes?]

«É um atleta de grandes qualidades humanas e técnicas. Fez a Taça da Liga e a Taça e foi presente e eficaz. Hoje não foi feliz. Isso penalizou a equipa e a ele mesmo. Não vou colocar sobre ele qualquer ideia de que foi por sua causa que se perdeu o jogo. Os golos deram a vitória ao Benfica, mas a nossa prestação esteve ao mesmo nível. Não vi qualquer diferença.»