Jorge Jesus, treinador do Sp. Braga, em declarações à Sport TV, após a vitória frente ao Trofense, 1-0:

«Jogámos com uma equipa que está em último, mas a diferença classificativa não se nota muito. O Trofense esteve muito bem estruturado defensivamente. Criou muitas dificuldades, mas conseguimos vencer. As grandes equipas acreditam até ao fim que é possível. Quero dedicar a vitória aos jogadores operados. A vitória é para eles. Mais para Orlando Sá, que é um jovem e espero que seja feliz.»

[Lesões e adaptação de Stélvio]

«Há outras equipas com esse problema. Já tínhamos testado o Stélvio como ponta-de-lança. É um jogador que posiciona os centrais ao pé dele e liberta os outros. Temos 18 jogadores disponíveis. Não me lamento. Não tenho quantidade, mas continuo a ter qualidade.»

Manuel Pinho, adjunto de Tulipa no Trofense, em declarações à Sport TV:

«O nosso pensamento passava por pontuar. Estivemos bem, mas jogámos contra um adversário forte e sofremos um golo quando não esperávamos. Um jogo continua a ser um jogo. Ainda há pontos suficientes para ficar na Liga. Os nossos jogadores são bravíssimos.»