Por fases. A questão foi colocada e o treinador soltou aqueles números de imediato. Depois, lá explicou: «Com a qualidade das duas equipas, este jogo vai ser muito disputado. Mais golo menos golo, as duas equipas têm argumentos para os fazer, quer na Luz, quer em Marselha. A equipa que erre menos, que tenha melhor qualidade defensiva é aquela que vai passar a eliminatória.» Ora, quando a tradutora, em francês, referiu que Jesus tinha dito 5-0, o técnico interrompeu. «Eu disse a brincar», lembrou, outra vez com um sorriso.

O técnico das águias crê ainda que o Marselha tem como prioridade a prova europeia. «Enquanto nós estamos numa posição que pode assegurar o primeiro lugar no campeonato, ou seja, estamos em defesa dessa posição, a prova desportiva do Marselha é a Liga Europa, porque no campeonato penso não ter grandes possibilidades, não está fora, mas está numa posição difícil», disse, para prosseguir: «Penso que eles apontam para a Liga Europa. Como vou lançar os melhores jogadores, o Marselha também vai.»

Depois, claro, a pergunta sobre o encontro de há 20 anos, o tal decidido pela mão de Vata. «A imprensa lembra-se mais disso do que os jogadores, alguns nem sabem que o Vata existia», referiu.