A responsabilidade torna-se agora maior mas o jogador, um dos esteios da sensacional campanha da turma de Oliveira de Azeméis, acredita que poderá impor-se ao mais alto nível. «É um grande desafio e estou consciente das dificuldades. Já há algum tempo que procurava uma oportunidade assim e agora vou tentar agarrá-la para mostrar o meu valor na Liga», assume o reforço navalista ao Maisfutebol, pouco depois de ter assinado por tês temporadas.

Na Figueira, João Pedro irá reencontrar Camora, com quem jogou no Beira Mar, assim como o colega Manuel Godinho, que também provém da Oliveirense. «Gostei do projecto que me foi apresentado e foi por isso que me decidi pela Naval», reconhece o avançado, apresentando-se, modestamente, como um «ala, capaz de lugar tanto à direita como à esquerda».

A época protagonizada pela Oliveirense, admite, ajudou-o a dar o salto: «Correu muito bem, não só a mim como a toda a equipa. Foi excelente para o clube e isso também ajudou a valorizar os jogadores.»