Ora é precisamente no jogo com o PSG, que pode valer uma entrada histórica na Taça UEFA, que o Sp. Braga centra agora todas as atenções. «Este empate não vai influenciar. Não tem nada a ver, são competições diferentes e a partir de agora vamos estar apenas focados no jogo com o PSG», garante o lateral. «Temos de ganhar para passar a eliminatória e não podemos esquecer isso.»

João Pereira garante de resto que a equipa não vai acusar o peso da responsabilidade. Isso não existe, sublinha. «Não é peso nenhum. Será uma alegria enorme se ganharmos ao PSG. É antes um incentivo conseguir algo que o clube nunca conseguiu, não é um peso.»

Nesse sentido, está tudo em aberto. «O empate 0-0 em Paris foi um bom resultado. Fomos lá para ganhar, não conseguimos, o empate foi menos mau», refere. «A partir de agora há 50 por cento de hipóteses para cada equipa e vamos dar o nosso melhor para conseguirmos chegar aos quartos-de-final.»

«Sp. Braga é uma equipa europeia e tem de se habituar a este ritmo»

O cansaço começa a fazer-se sentir na equipa, pelo menos fez-se sentir frente à Académica, mas João Pereira não lhe dá demasiada importância. «Em Portugal a maior parte das equipas não está habituada a jogar duas vezes por semana. Em muitos países da Europa, sobretudo em Inglaterra, os jogadores estão habituados a isso», diz.

«É normal que alguns jogadores sintam cansaço, mas o Sp. Braga é uma equipa europeia e temos de nos habituar a este ritmo de jogar duas vezes por semana. A Liga vai parar e depois de quinta-feira temos muito tempo para recuperar. Temos um grande plantel, todos os jogos são titulares, não há suplentes no Sp. Braga.»