Jorge Jesus, treinador do Benfica, comenta a qualificação frente ao Marselha, nesta quinta-feira, nos oitavos-de-final da Liga Europa, em declarações ao «flash interview» da SIC:

«Antes do jogo estava confiante de passar aqui a eliminatória. Com o jogo a decorrer sentimos que éramos a melhor equipa, sentimos que não deixámos o Marselha jogar como aconteceu em Lisboa. Corrigimos algumas falhas tácticas em relação ao jogo da luz e aqui resultou bem. Sofremos um golo quando não merecíamos, o Marselha não nos criou grandes dificuldades, a não ser de bola parada. Mas o Benfica criou oportunidades e quando fizemos o 1-1 parei um pouco para pensar e senti que não merecíamos ir a prolongamento. Mexi na equipa de forma a termos sorte. Tivemos isso mas com qualidade e por mérito próprio.

«Esta era a vitória que queríamos porque queríamos recuperar o prestígio do Benfica na Europa. Nos anos 80 o Benfica tinha grande qualidade, de há uns anos para cá que não é assim, mas hoje queríamos passar para recuperar esse prestígio e agora é pensar no próximo jogo.»

[Sobre a possibilidade de chegar à final] «O nosso grande objectivo era este. A partir de agora tudo é possível. Podemos chegar à final, mas também podemos ficar pelo caminho. Mas temos capacidades, estamos confiantes, sabemos o valor que temos e tudo está em aberto, desde o início e podemos sonhar chegar a Hamburgo.»