Jorge Jesus, treinador do Sp. Braga, em declarações no final da vitória por 1-0 sobre o Trofense em jogo da 26ª jornada:

«Foi um triunfo justo, mas sofrido. Quando se chega a esta fase do campeonato, em que faltam quatro ou cinco jogos, a diferença pontual não se nota muito num jogo. Notou-se durante a Liga, por isso é que o Sp. Braga é quarto classificado à condição e o Trofense é último. Mas dentro do jogo não se notou. O Sp. Braga foi melhor equipa, teve 60 ataques, teve onze cantos, mas não criou muitas oportunidades. Jogámos com um adversário muito bem organizado, com bom preenchimento dos espaços, forte defensivamente, embora sem grande dinâmica no ataque. Fomos uns justos vencedores, acreditámos até ao fim que podíamos vencer, o jogo foi-me dando ideias, fui mexendo na equipa e tive sorte com os jogadores que entraram. Passámos a estar na zona de finalização com mais jogadores. Por isso fomos premiados pela nossa audácia e pelo muito que trabalhámos. Foi difícil, mas é bom recordar que o Trofense já tinha ganho em Guimarães e já tinha empatado no Dragão.»