A derrota no Estoril aumentou para três as jornadas em que o conjunto de Rui Vitória não ganha (o último triunfo para a Liga foi a 28 de novembro, 2-1 ao Moreirense).

O resultado (1-0 para o Estoril), confirmou a tendência ascendente da formação de José Couceiro e custou ao V. Guimarães a perda de um lugar no pódio, perante a vitória clara do Sp. Braga sobre o Paços (3-0).

Os dois eternos rivais do Minho têm, agora, os mesmos pontos (28), mas a equipa de Conceição tem melhor saldo de golos que o conjunto de Rui Vitória.

Os três grandes venceram nesta ronda.

O Benfica manteve a liderança com vantagem de seis pontos, ao bater, com muitas dificuldades, o Gil Vicente, lanterna vermelha, por 1-0, com golo de Gaitán que foi precedido por lance em que Maxi está em fora de jogo. Jorge Jesus admitiu, no final, que «foi melhor o resultado que a exibição».

O FC Porto ganhou com muito mais facilidade:  4-0 ao V. Setúbal, com golos de Quaresma, Jackson, Brahimi e Danilo.

O Sporting, apesar do momento de tensão interna, obteve boa vitória fora, na Madeira, no reduto do Nacional, por 0-1, com golo de Carlos Mané.

Quem termina 2014 bem mais aliviado é o Arouca: pôs fim a jejum de três meses sem vencer, levando a melhor sobre o Marítimo, por 1-0, com belo golo de Roberto.

O Moreirense, confirmando bom momento,  venceu o Boavista, por 1-0, terminando o ano com 20 pontos, num excelente ... lugar. 

Paulo Sérgio agravou a sua situação na Académica, ao ceder empate em casa com o Penafiel, 1-1, tendo estado boa parte do jogo a perder. Valeu o golo de Ivanildo para evitar desfecho ainda pior para os academistas. Seja como for, o Penafiel de Rui Quinta respira um pouco, somando agora 11 pontos. A Académica, com 10, acaba o ano em posição de descida.

A jornada 14 acabou com o  Rio Ave-Belenenses: empate sem golos, mas com uma segunda parte em que ambas as equipas podiam ter marcado.