O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) decidiu favoravelmente às subidas de Vizela e Arouca à II Liga, depois de, há cerca de um mês, ter aceite a providência cautelar interposta pelo Olhanense, que suspendeu a promoção dos dois clubes às ligas profissionais.

Contactado pelo Maisfutebol, o presidente dos vizelenses, Diogo Godinho, confirmou que o clube foi notificado da decisão esta terça-feira, que coloca o Vizela na II Liga três anos depois da descida, em 2017. Já o Arouca volta à II Liga ao fim de um ano. O julgamento do processo decorreu na semana passada, na segunda e terça-feira.

O desfecho definitivo do caso surge quase quatro meses depois do cancelamento do Campeonato de Portugal (CP), confirmado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) a 8 de abril, devido à pandemia da covid-19. A 2 de maio, antes do fim do estado de emergência, a FPF decidiu as subidas administrativas e Vizela e Arouca, os dois líderes entre as quatro séries com mais pontos à data do cancelamento, colocando um aditamento aos regulamentos a 14 de maio, que ratificava a subida de vizelenses e arouquenses. 

A providência cautelar do Olhanense contra as decisões proferidas nessas datas - e que acabou aceite - dera entrada no TAD no início de julho, tendo como envolvidos outros cinco clubes que estavam em zona de play-off de subida à data do fim antecipado do CP: Praiense, Real SC, AD Fafe, Lusitânia de Lourosa e Benfica e Castelo Branco. 

A polémica gerada com as decisões de subida à II Liga motivou vários episódios a envolver FPF, clubes e jogadores. A 8 de maio, os presidentes dos seis clubes que protestaram a subida de Vizela e Arouca recusaram reunir-se com o organismo federativo na Cidade do Futebol numa reunião pedida pelos mesmos, devido à ausência do seu presidente, Fernando Gomes, ao qual pediam explicações.

Mais tarde, a 16 de junho, os presidentes dos seis clubes que reclamaram a decisão da subida, além de várias centenas de adeptos, reuniram-se num protesto à porta da Cidade do Futebol.

Pelo meio, mais de 60 capitães de clubes do CP enviaram uma carta à FPF a solicitar esclarecimentos a Fernando Gomes, tendo o organismo respondido através do diretor de competições e eventos, Carlos Lucas.

Desta forma, Vizela e Arouca vão participar nos sorteios das ligas profissionais, que decorrem na sexta-feira, em Vila Nova de Gaia.